Saiba o que fazer ao se envolver em um acidente de trânsito

Até mesmo quem não dirige pode acabar se envolvendo em um acidente de trânsito e por isso, é muito relevante saber como proceder em situações como essa. Para entender melhor os processos, tanto de socorro quanto legais, confira as informações a seguir:

Medidas Legais

Os acidentes de trânsito são mais comuns do que se pode imaginar, e mesmo aqueles de ocorrência mais leves podem acabar envolvendo um julgamento. Portanto, motoristas, passageiros e pedestres precisam estar por dentro das determinações previstas.

Anteriormente, em caso de acidente de trânsito, o brasileiro podia acionar o seguro para Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres, um serviço obrigatório. Entretanto, o presidente Jair Bolsonaro suspendeu o recurso e quem contava com o DPVAT 2020 não pode mais solicitar o mesmo.

Então, como proceder? Bem, quem possui acesso a um seguro de veículos particular deve acessá-lo imediatamente. Mas vale a pena lembrar que, diferente do DPVAT, o seguro privado estará averiguando os culpados pela casualidade, visando beneficiar as vítimas do acidente em relação aos danos causados.

É importante lembrar que, apesar da situação fora do comum, os envolvidos precisam anotar as placas dos veículos do outro motorista, em caso de fuga ou negação de prestação de socorro. Se possível, os mesmos podem passar os dados da seguradora para contato posterior.

Isto em caso de acidentes leves, em que os motoristas só possuíram danos materiais. No geral, não se recomenda a troca de contato pessoal, uma vez que a índole do outro é desconhecida, mas é o previsto para quem não possui um contrato de assistência com uma seguradora.

Medidas Imediatas

Em caso de acidentes leves, aqueles que só envolvem danos materiais, o ideal é que os envolvidos retirem os veículos da pista, pois a ocorrência pode estar gerando multa para ambos se os agentes identificarem a possibilidade de remoção dos automóveis.

Também é válido ressaltar que é obrigação dos motoristas dos veículos buscarem sinalizar o acidente para os demais motoristas. Geralmente, os motoristas de carro transportam um triângulo de sinalização e este deve ser posicionado a, pelo menos, 30 metros do local.

A prestação de socorro imediato deve ser realizada mas através do contato com os órgãos responsáveis. Não se deve locomover a vítima, a menos que a mesma consiga se movimentar sem dores graves.

O ideal é ligar para o 192 e acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Os próprios agentes deverão registrar a ocorrência através de um B.O oficial.

ARTUR ANTONIO