Desempregado e não conseguiu o Auxílio Emergencial? Confira

O auxilio emergencial é uma medida do Governo para tentar reparar os danos econômicos causados pela crise do Coronavírus, mas de acordo com relatos de brasileiros que achavam estar dentro dos requisitos de recebimento, o auxílio nem sempre é aprovado em caso de desemprego. Veja a seguir o que você pode e fazer:

O que é o auxílio emergencial?

Como você já sabe, a epidemia do coronavírus levou os estados a prorrogarem medidas de isolamento, o que fez com que milhões de brasileiros fossem impedidos de trabalhar.

Isto, é claro, resultaria numa crise econômica, principalmente considerando o índice de desemprego que já acompanha o Brasil antes da crise.

Por isso, o Governo elaborou uma medida de suporte para os brasileiros prejudicados pela crise do coronavírus, no caso, o auxílio emergencial que prometia suporte de três meses para os cidadãos aprovados.

O benefício é equivalente a R$600, pagos por mês, mas passa para R$1.200, no caso de mulheres que são chefes de família.

De acordo com os requisitos do programa, os principais beneficiados pelo auxílio seriam os desempregados. Entretanto, alguns trabalhadores relataram que a solicitação do suporte havia sido negada.

E então, o que fazer nessa situação?

O que fazer em caso de benefício negado?

Bem, existem vários motivos pelos quais o seu benefício pode ser negado e de acordo com notícias recentes, o sistema de avaliação não é totalmente preciso.

Em todo caso, vamos a algumas medidas que você pode tomar caso se encontre nessa situação. A primeira delas é considerável se você tiver perdido o emprego dentro de um período entre 7 a 129 dias. Os recém-desempregados podem solicitar seguro desemprego.

Vale mencionar que não é necessário ir até uma agência responsável pelo assunto, afinal, estas também estão suspensas. O trabalhador pode realizar a solicitação através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital, basta estar com os documentos necessários em mãos.

Uma outra opção é entrar em contato com a Caixa Econômica Federal, instituição financeira responsável pela distribuição do suporte emergencial. Você pode entrar em contato através do telefone 111, mas é importante ter em mente que por conta da pandemia e do auxílio, o atendimento pode ser demorado.

A outra opção é dar entrada novamente no seu pedido do auxílio emergencial, principalmente em caso de dados errôneos. Alguns trabalhadores relataram não serem aprovados de primeira e por isso, você pode baixar o aplicativo ou acessar a plataforma do auxílio para fazer a solicitação.

ARTUR ANTONIO